sábado, 26 de julho de 2014

Fellini – Satyricon (1969)

Indicado Pela Querida Irmã Zira



Na Roma de Nero, descrita nos fragmentos existentes de Satyricon, obra escrita no primeiro século d.C e atribuída a Petronio, são narradas as aventuras e desventuras de Encolpio, seu amante Gitone e seu amigo e inimigo Ascilto.

Um retrato da Roma antiga mostrado pelo olhar de Encolpio. Depois de ser rejeitado pelo belo e jovem escravo Gitone, que ele disputava com seu amigo Ascito, Encolpio começa uma jornada na qual encontra todo tipo de gente e de coisas. São 25 episódios que mostram a roma antiga e tratam de temas muito sexuais. Dentre os acontecimentos que Encolpio presencia, ele ve um desfile de prostitutas e também uma orgia organizada por um homem que menosprezou a mulher para poder ter favores sexuais oferecidos por um jovem garoto.

Esta versão de Gian Luigi Polidoro, produzida claramente para tirar vantagem das expectativas criadas em relação à homônima iminente obra de Federico Fellini, foi lançada algumas semanas antes do filme de seu ilustre adversário, em abril de 1969. Contudo, alguns dias após seu lançamento, Satyricon foi vítima de uma verdadeira tempestade judicial e logo retirado de circulação sob a alegação de corrupção de menores (um dos protagonistas Francesco Pau/Gitone havia 14 anos na época). Apelos de intelectuais da época a favor da liberdade de expressão, como Michelangelo Antonioni, não valeram de nada e os rumores de que a proibição tinha como objetivo salvaguardar os interesses de Satyricon de Federico Fellini foram drasticamente calados.
Download pelo Box

Download pelo Mega

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos tem direito a uma opinião mas lembre-se...
O direito de um termina onde
começa o direito do outro!