domingo, 16 de novembro de 2014

Chillerama


Uma homenagem trash a sétima arte!

A noite de encerramento do último cinema drive-in na América e Cecil B. Kaufman tem planejado a maratona de final de filme perdeu impressões sobre a desencadear de seus patronos cinéfilos fieis. Quatro filmes tão raro que nunca foram expostos publicamente em solo americano até esta noite! Com títulos como Wadzilla, eu era um Homem-Urso Adolescentes
 ( com Brent Corrigan e seu lobisomen Gay,dei boas risadas).

O Diário de Anne Frankenstein, e Zom-B-Movie, Chillerama não só celebra a idade de ouro do drive-in B Shlock horror, mas também se estende por mais de quatro décadas de cinema com algo para todos os mau gosto.




 Os filmes exibidos na tal "noite aterrorizante" são excelentes:

Wadzilla: Imagine uma versão em formato de esperma para "Godzilla"! É isso mesmo, a ideia é tão absurda que antes mesmo do "bicho" tomar forma nos já estamos nos perguntando o famoso "what the fuck?!". Vale destacar a quantidade de mulheres gostosas, resultando em uma boa paudurescencia - esse porém é o grande problema do personagem principal que sofre com a baixa produção de esperma em seu organismo; para resolver o problema ele procura um urologista que receita comprimidos para ajudar na produção de sêmen. Acontece que o efeito é inverso e o esperma do rapaz se transforma em um bicho que precisa ser "posto para fora"....então nasce umas das criaturas mais escrotas que tive a felicidade de ver no cinema! No elenco ainda temos Eric Roberts pagando mico - esse foi tanto que o ator claramente utilizou dublê para a cena onde o elenco leva literalmente um banho de esperma! Ótima direção de Adam Rifkin.


 I Was A Teenage Werebear: É o mais fraco dos "curtas"; uma homenagem aos musicais anos 70 e aos filmes de lobisomens que aqui são gays (hehe)! Acompanhamos Ricky (Sean Paul Lockhart) que vive um dilema sexual pois não sente atração por sua namorada e sim por seus colegas de escola. Ao conhecer um grupo de rapazes que se transformam em lobisomens quando estão excitados(wtf?) a vida do garoto muda e um novo "mundo" é descoberto. A idéia é boa mas a execução deixa a desejar com o excesso de cenas musicais e com o humor que soa forçado; resultado da equivocada direção de Tim Sullivan.


The Diary Of Anne Frankenstein: O melhor segmento de todos; o sensacional encontro de Hitler com Frankenstein! Ao "visitar" uma família de judeus, o ditador encontra um diário onde é ensinado como se criar um monstro - então o bigodudo tem a incrível ideia de criar um aniquilador de judeus! Atuação monstruosa de Joel David Moore que entregou um Hitler carregado de humor negro sem soar excessivo. Vale ressaltar que as falas são em alemão, o que da um ar ainda mais cômico ao "curta". A direção de Adam Green optou pelas cores preto e branco que se encaixou perfeitamente com a proposta.

 Deathication: São poucos minutos de insanidade sem precedentes! Influenciado diretamente por "Faces da Morte" o curta começa com um maluco informando que o filme possui cenas fortes e por isso foi banido em vários países - então ele continua seu monólogo informando que a película foi feita com intenção de chocar o espectador e que as imagens causam "uma resposta visceral, biológica no sistema nervoso humano". E o que seria isso?! Merda, literalmente! Sim, são merdas assassinas, nessa película tudo é merda! Onde mais você veria garotas lambuzadas de merda dançando sensualmente?!

Os diretor Joe Lynch encerra "Chillerama" com uma homenagem apoteótica para os "zumbis"!

"Chillerama" é trash feito por gente que entende do gênero! Se você não curte, passe longe; mas se você é fã desse tipo de cinema, esse certamente se tornará um dos seus favoritos!


5 comentários:

  1. NEM BRENT CORRIGAN SALVA ESSE FILME RSRSRSRSRS, BEM AMADOR MESMO .

    ResponderExcluir
  2. Eu já tinha assistido o trailer de I was a teenager werebear! Mas não tinha o filme... Ri muito! Tem um trailer só com o Brent cantando bem a la Grease! Acho que pelo menos aquela cena deve salvar o filme, não? rsrsr

    ResponderExcluir
  3. Vanda e Irmã Barbara nem sei o que dizer , mas eu sou aquele tipo de pessoa que tento sempre ver um lado bom de uma coisa, e esse filme principalmente mostrou isso,não foi de tudo tão ruim assim, seria maldade de minha parte criticar o trabalho de alguém,

    "Chillerama" é trash feito por gente que entende do gênero! Se você não curte, passe longe; mas se você é fã desse tipo de cinema, esse certamente se tornará um dos seus favoritos!
    No meu caso não se tornou meu favorito, mas não achei tão ruim assim minhas queridas, abração .

    ResponderExcluir
  4. Não foi uma critica não Xan! Era brincando com a Vanda sobre o genêro exagerado do filme! Mas ‘trash', é algo mais para uma paródia ou sátira de outro filme, ou estilo mesmo. Filmes B não são fazem meu gosto, é verdade, mas sem ser entendida em sétima arte , quem sou eu pra julgar se é bom ou não? E eu fiquei contente de vocês postarem outro trabalho do Brent/Paul, ainda mais um inedito para nós fãs. um abraço irmão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei minha querida, como também não sou entendido, procuro olhar o lado bom de cada filme, e não somente os fãs de Brent/Paul , mas os fãs desse gênero com certeza gostaram, mas sei que muitos nem baixaram, somente de olhar a sinopse . Abração irmã Barbara, ainda não achei legendas, mas procurando para os filmes que indicou .

      Excluir

Todos tem direito a uma opinião mas lembre-se...
O direito de um termina onde
começa o direito do outro!