sábado, 17 de janeiro de 2015

Parágrafo 175


Indicado pela Querida Irmã Zira

Durante a Segunda Guerra Mundial, a perseguição nazista também teve como alvo os homossexuais. Eles eram marcados com um triângulo rosa e mandados para campos de concentração. Por esse motivo, o triângulo rosa se tornou um dos símbolos do movimento ativista gay. O ‘Holocausto gay’ teve como base uma lei, o Parágrafo 175, de onde se originou o título do filme.
Rob Epstein e Jeffrey Friedman, da Telling Pictures, são os responsáveis pelo documentário que ganhou o prêmio de melhor direção no Sundance Festival. Eles já eram conhecidos pelo excelente documentário The Celluloid Closet, que nas locadoras brasileiras está disponível com o título O Outro Lado de Hollywood,
onde era mostrado como foi a evolução da abordagem de temas gays nos filmes de Hollywood ao longo do tempo.
O Triângulo Rosa se baseia em testemunhos dos últimos sobreviventes de campos de concentração nazistas, de forma a reconstruir uma parte ainda ignorada da história da homossexualidade.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos tem direito a uma opinião mas lembre-se...
O direito de um termina onde
começa o direito do outro!