terça-feira, 19 de abril de 2016

Infecção em Nova York (Mulberry Street) 2006


Os dias fervem em Nova York. Os equipamentos de ar condicionado trabalham em contínuo. O preço dos combustíveis sobem e a guerra no Iraque continua. Clutch, um pugilista reformado, espera que a sua filha regresse da guerra. Os amigos e vizinhos do prédio prosseguem a sua rotina diária, muito embora o prédio esteja a cair e estejam na eminência de ser despejados. Entretanto, a vizinhança está a mudar. Algo na cidade está a mudar: sucedem-se mortes misteriosas e um vírus propaga-se. À medida que anoitece, os cidadãos de Manhattan transformam-se numa nova espécie e as inúmeras tentativas para parar esta epidemia são infrutíferas. New York fica de quarentena e todas as pontes e túneis para fora da cidade são seladas. Na Mulberry street, Clutch tudo faz para se manter vivo, a si e aos vizinhos mais próximos, enquanto anseia que a sua filha, perdida nas malhas da cidade, encontre o caminho para casa. Esta noite, 6 inquilinos do número 51 na Mulberry street vão pôr trancas nas portas e janelas. Ao mesmo tempo, o que resta cá fora vai procurar uma forma de entrar.

Mulberry Street é um filme independente que fez sucesso no After Dark Horrofest 2007. Reza a lenda que todos os atores trabalharam de graça pois são amigos do diretor, e que este gastou apenas U$ 60.000 (dólares) para a realização do filme. Não tendo autorização nem equipe para filmar nas ruas, utilizou eventos reais para as tomadas externas.
Se você gosta de filme de Zumbi (embora este não seja) você provavelmente vai gostar, pois não foge da premissa: “infecção, pessoas transformadas, pessoas se protegendo, pessoas se lascando, pessoas fugindo.” Um ex-boxeador divide apartamento com um Negro Homosexual e paquera a vizinha que tem um filho adolescente, ele (ex-boxador) espera a chegada da filha que foi soldado no iraque e traz (aparentemente) cicatrizes de guerra.
O diretor Jim Mickle juntamente com o roteirista criaram um background para dar mais profundidade a seus personagens, criaram elementos sem resposta aparente dando maior credibilidade a história, porém algumas falhas ocorrem. Mostram que uma corporação Crome Developers Corporation comprou o prédio em que vivem, e está comprando e reformulando toda baixa Manhattan onde fica a real Mulberry Street. (o que dificultou uma pesquisa sobre elementos do filme ambientados em outra mídia, ex internet, como LOST faz, Cloverfiedl etc.. e  que está se tornando uma tendência).


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos tem direito a uma opinião mas lembre-se...
O direito de um termina onde
começa o direito do outro!