domingo, 12 de março de 2017

The Falls 3 (The Falls: Covenant of Grace) 2016 - Para Toda Família Gay Dream


Um Filme de Toda Equipe Para Todos Seus Seguidores

The Falls: Covenant of Grace é a terceira parcela da trilogia LGBT sobre dois missionários mórmons que se apaixonaram em sua missão. A série segue Chris Merrill e RJ Smith como eles descobrem o que significa ser gay e uma pessoa de fé em uma sociedade que não lida muito bem com o assunto.



19 comentários:

  1. Meu Deus, eu sabia que o filme 2 não terminou a narrativa fílmica. Ainda não vir, mas deve ser maravilhosamente dramático sexual e romântico; esses atores (que se não me engano são heterossexuais) dão um show de sensibilidade e interpretação! Parabéns Gay Dream Filmes, muito, mas muito obrigado por esse presente, principalmente agora, para mim, em um momento de perda familiar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desconsiderem o "mas"; o correto seria "mais", desculpem!

      Excluir
    2. Historiador, sem problemas com o Mas/Mais. Expressando a opinião com respeito pelos outros, o que conta é dar sua opinião, né? :) Meus pêsames por sua perda.

      Excluir
  2. Galera show, obrigada por postar esse filme, estava louca para assistir o encerramento dessa linda jornada!
    Grata, amo esse blog :)

    ResponderExcluir
  3. Boa noite será que vocês teriam o primeiro é o segundo filme da série?
    Obrigado pelos ótimos filmes eu amo vocês

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, segue o link abaixo e encontras os outros filmes. Bjinho

      http://gaydreamfilmes.blogspot.pt/search/label/Trilogia%20The%20Falls

      Excluir
    2. Muito obrigado vocês são de mais, amos vocês

      Excluir
  4. Terceira parte da trilogia The falls. No primeiro filme, somos apresentados a Chris Merrill e RJ Smith, dois missionários mórmons que se apaixonam durante sua missão na cidade de Óregon e todas as dificuldades que eles encontram para manter essa relação às escondidas. Já no segundo filme, Chris e Rj estão separados, com Chris casado e com uma filha e Rj vivendo em outro relacionamento. Já havia se passado mais de 5 anos que eles não se viam, e acabaram por se reencontrar no funeral de um amigo, que fomos apresentados no primeiro filme e foi o primeiro a saber e acompanhar o relacionamento dos dois.Após o encontro inicial, Chris e RJ descobrem que se amam ainda, e fazem de tudo para continuar juntos, mesmo com todas as desaprovações e preconceitos de todos. No terceiro e final da trilogia, descobrimos que Chris e RJ estão vivendo em cidades diferentes e continuam juntos, mas se vendo esporadicamente e ambos buscando a aceitação de suas famílias e da igreja. Final feliz, depois de tanto sofrimento e quem sabe num futuro próximo teremos mais aceitação, menos preconceito. A mensagem que o filme nos deixa, que o que mais importa, independente de religião, é o amor, sempre ele... Não deixem de assistir os 3 filmes, pois um complementa o outro, e pra finalizar, ótima fotografia, elenco, direção e trilha sonora.Obrigado a Xan pela postagem e a toda equipe GDF.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns, Romualdo. São comentários iguais ao seu que fazem a gente ficar doida para ver um filme.

      ABRAÇÃO!!!!!!

      Excluir
  5. Este sera meu primeiro comentario no site ! Agradeço pela postagem .... o filme e simplismente perfeito .. Narrativa muito bem escrita ! bem superior ao segunto ! recomendo .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem vindo, Cristiano! Fique a vontade para comentar outras vezes :)

      Excluir
  6. CONSEGUI FAZER UM COMENTÁRIO!!!!

    Amigos: não esperava que existisse um terceiro filme!!!!!!! Os outros dois foram muito bons. Quero ver este filme HOJE!!!!!

    Beijos e abraços!!!!!!

    ResponderExcluir
  7. filme ótimo com um final nota dez.

    ResponderExcluir
  8. Voltei a ver os dois primeiros filmes antes de ver o terceiro. O conjunto formado pelos três filmes é quase bom, sem ser original.

    Ao ver os três filmes, um após o outro, infelizmente cheguei a algumas observações:

    1 - O primeiro filme é igual a tantos outros que já vimos, mas é o melhor dos três (eu gostei);

    2 - o segundo filme deveria ter outro nome, pois não acrescenta quase nada ao primeiro filme e não introduz o terceiro filme; e

    3 - o terceiro filme não é uma continuação nem do primeiro nem do segundo filme. Trata-se simplesmente de um filme morno e monótono, primando somente em resolver a temática dois outros dois filmes:
    "e foram felizes para sempre" (só escrevi isso porque, nos comentários anteriores, já tinham contado o fim do terceiro filme).

    Gostei da atuação do ator de cabelos pretos (lembrou-me, um pouco longe, o rapaz barbudo de "Weekend", de 2013, por sinal um dos melhores filmes de temática gay).

    Mesmo com todas estas observações ligeiramente negativas, recomendo ver os três filmes, pois continuam, isoladamente, sendo bons filmes e é muito bom ver filmes de temática gay com sinal feliz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, meninos e meninas

      Reli o comentário que fiz ontem e achei que eu detonei a trilogia.

      Eu esperava mais do terceiro filme, até pelos comentários anteriores.

      O comentário do Romualdo é perfeito.

      "Não deixem de assistir os 3 filmes, pois um complementa o outro" (Romualdo).

      Outro ponto extremamente positivo é o fato de ter uma trilogia de temática gay é extremamente raro. (Não comparado com as séries...)

      Recomendadíssimos os três filmes!!!!

      Excluir
    2. Penso que o terceiro filme não surge com uma narrativa nova, talvez seja esse o "pecado" dele. A história é fraca pois muitos elementos e argumentos já haviam sido apresentados nos outros dois filmes. Vejo o terceiro filme como um "final necessário" que aparentemente não pode ser construido nos outros filmes.

      É preciso ver os filmes como "um", não como filmes em continuidade, mas como um livro único. Então se explica os nomes:
      1ª - The Falls (caídos; queda); narra a "queda" ao mundo mundano dos sentimentos de dois missionários que estão intrinsecamente ligados a igreja SUDI.
      2ª - The Testament of Love; faz uma referência a uma passagem do próprio filme, quando um missionário tenta convencer Chris que ambos poderiam ter relações sexuais e amorosas pois estava escrito no "testamento" que o "amor entre homens" era livre.
      3ª - Covenant of Grace (compromisso; pacto) veio justamente de mais uma passagem, o do desejo de ambos de comunicasse com Deus, em sua aliança, mas, sendo quem são.

      Bem, assim percebo!

      Excluir
  9. eu estou a meses esperando pra ver esse filme, finalmente vou ver o desfecho desse filme tão lindo, vcs do gay dream como sempre sendo os melhores na divulgação de filmes com temáticas gays, pra sempre esse será meu site favorito, obrigado a todos

    ResponderExcluir

Todos tem direito a uma opinião mas lembre-se...
O direito de um termina onde
começa o direito do outro!