quarta-feira, 3 de maio de 2017

GREAT ESCAPE

   

Sal Bardo traz-nos uma encantadora história, embalada por uma canção capaz de nos envolver e deixar hipnotizados pelo curta metragem. O filme conta a história de uma mulher de 70 anos de idade, que deixa seu marido para ir atrás de outra mulher, que conheceu décadas atrás. Sem nenhum diálogo, a história nos faz mergulhar em situações jamais imaginadas para trás, e o que mais chama a atenção é que não tem idade para isso, o importante é ser feliz.




Filmado em preto e branco e branco temperamental e com a canção "Great Escape" de Paper Ring, o curta se torna emocionante, triste, e ternamente construído com um toque angustiante, no final, o curta metragem de Sal Bardo comemora mais uma conquista no cinema LGBT.

Um comentário:

  1. Belíssimo curta, em preto e branco e com ótima fotografia. Triste e emocionante! Obrigado a Danny pela postagem e a todos do GDF.

    ResponderExcluir

Todos tem direito a uma opinião mas lembre-se...
O direito de um termina onde
começa o direito do outro!