sexta-feira, 11 de maio de 2018

American Crime Story: Versace - Feliz Aniversário Kiko

Esta é a segunda temporada de American Crime Story, onde em cada temporada é relatada uma história verídica relacionada com um crime, e envolvendo pessoas mediáticas. As temporadas não estão relacionadas, por isso apenas iremos postar a segunda temporada.

   

“American Crime Story: O Assassinato de Gianni Versace” é a segunda temporada da série de Ryan Murphy – o criador de “Nip/Tuck” e “American Horror Story” – e narra os acontecimentos que levaram ao homicídio do estilista, em 1997.

Ao contrário da primeira história, que girava à volta do mediático julgamento de O. J. Simpson, a nova temporada vai ter frequentes saltos temporais: além de assistirmos à família Versace a recuperar do choque e a tentar manter o império, percebemos como é que David Cunanan, o responsável pelo crime, se tornou um assassino em série. Além de Gianni Versace, Cunanan matou outras quatro pessoas entre abril e julho de 1997.

“American Crime Story: O Assassinato de Gianni Versace” estreou a 17 de janeiro nos Estados Unidos, mas começou a agitar o meio bem antes disso. A série é baseada no livro “Vulgar Favors: Andrew Cunanan, Gianni Versace, and the Largest Failed Manhunt in U.S. History”, de Maureen Orth, que foi considerado pela família Versace uma obra verídica e de acordo com os factos reais. Contudo, Donatella Versace, a irmã, e a restante família de Gianni, emitiram um comunicado onde negam vários detalhes descritos pela série. Além de a apelidar de “obra de ficção”, o comunicado nega, por exemplo, que Gianni Versace estivesse infetado com o vírus HIV.

A segunda temporada da série conta com nomes de peso, como Penélope Cruz, no papel de Donatella Versace, e Ricky Martin, que interpreta Antonio D’Amico, o namorado de Gianni. Darren Criss, que entrou em “Glee”, dá corpo ao assassino Andrew Cunanan e Édgar Ramírez interpreta Gianni Versace. “American Crime Story: O Assassinato de Gianni Versace” conta com Ryan Murphy como produtor executivo e Tom Rob Smith como principal argumentista.

O estilista e fundador do império Versace foi assassinado à porta de casa a 15 de julho de 1997, quando tinha 50 anos. O irmão, Santo, ficou como CEO da empresa, e Donatella, a irmã, assumiu a liderança do departamento de design. Gianni deixou 50% da empresa, aproximadamente 500 milhões de euros, à sobrinha Allegra.


   


Um comentário:

  1. Muitos parabéns Kiko!
    Que sua vida seja sempre preenchida com muita felicidade e carinho.
    Bjinho

    ResponderExcluir

Todos tem direito a uma opinião mas lembre-se...
O direito de um termina onde
começa o direito do outro!