quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Nathalie X (2003)

    

Nathalie... (no Brasil: Nathalie X e Portugal: Nathalie é um filme francês de 2003, do gênero drama, dirigido por Anne Fontaine e estrelado por Fanny Ardant, Emmanuelle Béart e Gérard Depardieu.

Catherine (Fanny Ardant) é uma bela mulher que parece ter tudo na vida: uma carreira de sucesso e um casamento sólido de 25 anos. Até o dia em que ela descobre que Bernard (Gérard Depardieu), seu marido, está tendo um caso. O mundo de Catherine desmorona e ela percebe que está levando uma vida de aparências. Decide então contratar uma prostituta para seduzir o marido e descobrir tudo sobre ele: quem ele realmente é, porque a está traindo e suas preferências sexuais. Sob o pseudônimo de Nathalie (Emanuelle Béart), a prostituta seduz Bernard e envia boletins regularmente para sua esposa. Mas Catherine logo começa a desconfiar que talvez não seja a única a manipular a situação.


Nathalie... recebeu críticas positivas, no Rotten Tomatoes recebeu uma classificação "fresh" com base em 73% nos comentários; segundo o site: " é um filme sedutor francês que importa e retrata questões adultas de ciúme e traição com performances de liderança forte e considerável charme francês." No Metacritic, que usa uma média de opiniões dos grandes críticos, o filme teve uma classificação de 69/100 com base em 11 comentários, indicando "críticas geralmente favoráveis".

O direitor Atom Egoyan fez um remake do filme, em 2009, agora intitulado Chloe (No Brasil, O Preço da Traição). As novas estrelas do filme são, Julianne Moore, Liam Neeson e Amanda Seyfried.


Título: Nathalie / Nathelie X (BR)
País:  França, Espanha
Ano: 2003
Duração: aprox. 100 min
Direção: Anne Fontaine
Produção: Alain Sarde
Roteiro: Anne Fontaine, Jacques Fieschi, François-Olivier Rousseau
Elenco: Emmanuelle Béart, Fanny Ardant, Gérard Depardieu
Género: Drama
Música: Michael Nyman
Distribuição: Koch-Lorber Films
Lançamento:  7 de janeiro de 2004 /  20 de maio de 2005
Idioma: Francês


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos tem direito a uma opinião mas lembre-se...
O direito de um termina onde
começa o direito do outro!