sábado, 7 de julho de 2018

Against the Law (2017)



O caso de Peter Wildeblood com um servente bonito que conheceu em Piccadilly, durante o tempo em que o homossexualismo era um crime, e as consequências devastadoras de seu relacionamento.


Download pelo Storage 

 Download pelo Media

Download pelo Mega - Parte 1
Ser induzido, através de medicamentos, a vomitar, cagar e urinar em si próprio e assim ficar por 72 horas sem receber qualquer auxílio. Esta era uma das técnicas da “Terapia da Aversão” - a outra era através de choques eléctricos – utilizada para “curar” os gays na Inglaterra na década de 50. Este e outros métodos são narrados, por quem os aplicou e por quem os recebeu, em depoimentos inseridos no filme “Against the Law” (Contra a Lei), produção da BBC inglesa de 2017.

O filme dramatiza a história de Peter Wildeblood, um gay veterano da segunda guerra e jornalista, que, em 1954 – juntamente com Lord Montagu e Michael Pitt-Rivers (seus amigos), foi condenado a 18 meses de prisão por “práticas homossexuais”.
Durante o inquérito cartas apaixonadas, que foram trocadas entre Wildeblood e um militar da RAF (Edward McNally), foram lidas no tribunal e serviram como provas do “comportamento invertido” do acusado.
A reclusão destes tres homens levou à criação do “Relatório Wolfenden”, que recomendou a descriminalização do homossexualismo entre dois homens com idade superior a 21 anos, e Wildeblood foi o único gay ouvido pela comissão que elaborou o relatório.

Contando um momento histórico importante para a causa gay, “Against the law” cresce muito ao inserir, na sua narrativa, depoimentos de vários gays – hoje anciãos – que vivenciaram os fatos na época.
É assustador acompanhar casos reais de homens que foram submetidos às mais variadas formas de humilhação, perseguição e agressão por conta da sua orientação sexual.
Medo, solidão, rejeição, vergonha e culpa eram os sentimentos impregnados nas suas personalidades e comportamento (uma história, particularmente chocante, envolve “delação” e suicídio).

De qualquer forma – mesmo sem ter sido aprovado - o “Relatório Wolfenden” representou uma pequena luz de esperança para os gays da época – conforme depoimentos de seus contemporâneos.
Hoje, quando ainda vemos milhares de pessoas apontando o dedo para os outros, julgando, acusando e condenando outras somente por sua orientação sexual (mesmo que não seja mais considerado crime) vemos que, infelizmente, ainda temos um longo caminho a percorrer para alcançarmos uma sociedade de igualitária nos seus direitos.

Fonte: Blog São as vozes que mandam

Título: Against the Law
Ano produção: 2017
Dirigido por: Fergus O'Brien:
Estreia: 26 de Julho de 2017 (Mundial) 
Duração: 84 minutos
Gênero: Biografia, Drama, História
Países de Origem: Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos tem direito a uma opinião mas lembre-se...
O direito de um termina onde
começa o direito do outro!